mulher com capacete de proteção, mochila e garrafa de água, indo trabalhar de bicicleta

Já pensou em usar a bicicleta para trabalhar? Veja como se preparar para essa rotina

Cada vez mais pessoas estão dispostas a adaptar seus estilos de vida para diminuir o impacto de seu consumo no meio ambiente. Uma das principais consequências disso é a procura por meios de transporte mais sustentáveis. Hoje em dia, muita gente prefere deixar o carro em casa e se locomover utilizando o transporte público ou usar a bicicleta para trabalhar. 

Esse contexto possibilita que a bike se faça cada vez mais presente nos momentos de lazer e no dia a dia das pessoas. Ir pedalando para o trabalho passou a ser algo comum, tanto pela praticidade quanto pelos benefícios que proporciona.

Interessado(a) em fazer parte desse grupo crescente de adeptos no uso da bicicleta para trabalhar? Confira a seguir algumas dicas que vão te ajudar a se preparar para essa rotina.

Cuide da sua saúde antes de ir trabalhar de bicicleta

Antes mesmo de botar a mão na massa – ou no guidão –, é importante conferir como andam as coisas em relação a sua saúde. Consulte seu médico e faça um check-up para saber se é seguro implementar algumas mudanças no seu cotidiano. Afinal de contas, ir trabalhar de bicicleta pode requerer algum esforço, principalmente se você não estiver habituado a praticar exercícios físicos com regularidade.

homem indo trabalhar de bicicleta, com bike da tembici

Isso é importante até mesmo para que seu médico possa te auxiliar a fazer essa transição da melhor forma, de acordo com as suas limitações. Dessa maneira, você evita agravar alguma lesão ou mesmo um problema cardíaco, por exemplo.

Depois de constatar que está tudo bem, também vale a pena consultar um nutricionista. Como você vai começar a fazer mais exercícios, manter uma boa alimentação é fundamental. Comer bem antes de sair de casa vai te ajudar a ter disposição suficiente para cumprir seu trajeto.

Com todos esses fatores alinhados, é hora de se planejar para pôr a magrela para rodar. Continue a leitura para saber mais! 

Pesquise as melhores rotas para trabalhar de bicicleta

Você alguma vez já parou para pensar qual o melhor trajeto a ser percorrido sobre duas rodas da sua casa até o trabalho? A rota realizada de carro não necessariamente deve ser a mesma feita de bicicleta. É hora de refletir sobre isso e pesquisar as melhores rotas para que você possa pedalar com segurança e tranquilidade.

Se possível, dê preferência por caminhos que tenham ciclovias ou ciclofaixas: elas sempre são a opção mais segura para os ciclistas. Caso não tenha esse tipo de infraestrutura à sua disposição, busque por ruas mais amplas e avenidas menos movimentadas, e, na hora de pedalar, evite andar na contramão e na calçada. Assim, você garante a segurança de todos os usuários da via.

Duas mulheres usando bikes da tembici, em ciclofaixa de São Paulo

Aplicativos como Strava ou MapMyRide podem ajudar a traçar rotas mais amigáveis e favoráveis para ciclistas. Depois de encontrar um caminho interessante, faça um teste no fim de semana antes do primeiro ciclo para o trabalho. Essa é uma dica de ouro, que vai servir para avaliar o tempo necessário para realizar o trajeto completo, e também para verificar se há possíveis problemas com a rota escolhida.

Se o caminho que você for percorrer costuma ter tráfego intenso de automóveis durante o horário que você vai ao trabalho, talvez seja melhor sair um pouco mais cedo de casa para evitar o estresse e não correr o risco de chegar atrasado.

Não abra mão do capacete ao ir trabalhar de bicicleta

Ainda que a distância entre sua casa e o local de trabalho seja pequena, o uso do capacete é indispensável, pois ele desempenha um papel fundamental na proteção da cabeça, uma das partes mais vulneráveis do corpo humano.

Não é à toa que o capacete é considerado o principal item de segurança de todo ciclista. Em caso de quedas ou colisões, esse acessório absorve parte da energia do choque, reduzindo o impacto direto na cabeça e o risco de lesões cerebrais e traumas cranianos.

Homem indo ao trabalho com bike da tembici utilizando equipamentos de proteção

Usar capacete sempre que for sair para pedalar é uma medida simples e eficaz para reduzir o risco dessas lesões, garantindo uma camada extra de segurança e proteção. Fique atento na hora de adquirir esse item, pois os modelos disponíveis possuem variações de tamanho.

Invista em um kit de iluminação

A visibilidade é um fator ao qual todo ciclista deve se atentar, especialmente em condições de baixa visibilidade. E, mesmo que você vá e volte do trabalho ainda sob a luz do dia, ter um kit com luzes dianteira e traseira instalado em sua bike é essencial. 

A iluminação adequada serve para proteger o ciclista, que será visto e identificado mais facilmente pelos outros usuários da via. Ao mesmo tempo, ela também contribui para a segurança de motoristas e pedestres, prevenindo acidentes e criando um ambiente de trânsito mais seguro.

Isso reduz significativamente o risco de colisões e aumenta a probabilidade de ser percebido. A sinalização da bike é obrigatória – é preciso instalar os refletores na dianteira, na traseira e nas laterais da bicicleta. Na parte de trás, a recomendação é instalar a luz intermitente – trata-se de uma luz vermelha que pisca rápido, e, por ser permitida apenas para bicicletas, ajuda na identificação de ciclistas.

Além de servir para destacar o ciclista na via, a iluminação também serve para que ele identifique obstáculos e irregularidades em seu trajeto, como buracos, pedras, objetos ou animais. 

Pedale apenas uma parte do caminho

Ao planejar o percurso diário para o trabalho, considerar a combinação de diferentes modos de transporte pode ser uma estratégia inteligente. Mesmo que o local de trabalho seja distante da sua casa, a bicicleta ainda pode ser um dos meios de locomoção utilizados para realizar esse trajeto.

Dependendo da distância ou das condições climáticas, pedalar até o trabalho pode ser desafiador. Se esse é o seu caso, integrar o transporte público à jornada vai te permitir percorrer distâncias maiores de maneira eficiente e rápida. Essa combinação oferece flexibilidade, adaptando-se a diferentes situações e necessidades.

Mulher pegando metro, em vagão destinado a ciclista, com sua bicicleta para trabalhar

Diversas estações de metrô, por exemplo, dispõem de bicicletários e vagões específicos para ciclistas acompanhados por suas bikes. Recorrer ao transporte público proporciona um tempo de descanso durante o percurso, permitindo que você chegue ao destino mais relaxado e pronto para o dia de trabalho. 

Ao considerar essa alternância, é possível criar uma rotina de deslocamento mais eficiente e adaptada às circunstâncias individuais. Essa abordagem otimiza o tempo, sem que seja necessário deixar o ciclismo de lado. Assim, promove-se um equilíbrio perfeito entre mobilidade, saúde e bem-estar.

Escolha bem as roupas que vai usar

Se tem uma coisa difícil de evitar é a transpiração durante a prática de algum exercício físico – afinal, é natural do nosso corpo. Pensando nisso, é importante procurar uma forma de equilibrar conforto, praticidade e funcionalidade na hora de escolher as roupas para pedalar. 

A melhor saída é usar roupas de tecido leve e com secagem rápida (que ajudam na evaporação natural da transpiração) e levar uma troca completa de roupa para vestir quando chegar no trabalho. Lembre-se de levar em consideração o clima. Quando esfriar, vale a pena apostar em uma jaqueta corta-vento impermeável para se proteger contra condições climáticas adversas.

Como a visibilidade também é importante, uma boa ideia é optar por roupas com elementos refletores para garantir que você seja visto pelos outros usuários da via.

Leve itens de higiene pessoal

Já que será necessário se trocar ao chegar no seu local de trabalho, é interessante levar uma toalha e um kit de higiene pessoal. Assim, você pode se refrescar antes de começar as atividades do dia.

A dica é investir em uma toalha mágica, que possui alta capacidade de absorção e ocupa pouco espaço. Ela pode ser guardada úmida e, ao ser torcida, fica completamente seca, pronta para ser utilizada novamente.

Lenços umedecidos também são itens interessantes de levar consigo. Depois de higienizar e secar o corpo, é só aplicar um bom desodorante e o perfume. 

Seguindo essas dicas, o suor certamente vai deixar de ser um argumento forte o suficiente para te desmotivar a ir trabalhar de bicicleta.

Pense em como vai carregar seus pertences

Como será necessário trocar de roupa e levar alguns itens básicos de higiene pessoal, é hora de pensar em outro ponto importante: onde você vai carregar tudo isso?

Muitas pessoas costumam carregar o material de trabalho consigo, além de carteira, chaves, celular, etc. Talvez uma bolsa comum ou uma mochila não sejam as opções mais interessantes para quem vai pedalar. Carregar algo nas costas ou nos ombros durante o trajeto de bike pode ser bastante desconfortável, sem falar nas chances de amassar as peças de roupa que você estará levando. 

Pensando nisso, que tal investir em um alforje? Trata-se de um tipo de bolsa que fica preso à bicicleta, evitando que você force suas costas com o peso extra que será carregado. 

Mulher usando bicicleta para trabalhar.

Instalar um bagageiro na parte de trás da bicicleta também é uma boa ideia. Depois, é só prender sua mochila de forma segura. Ambas as opções são estratégias para que você não precise carregar um peso a mais, que certamente vai te deixar mais cansado e desconfortável durante o pedal.

Pedale sempre com uma garrafa d’água

Não dá para esquecer da hidratação durante o pedal, certo? Então já separa uma garrafa para você levar com você para o trabalho. Se puder investir em uma garrafa térmica, então, melhor ainda! Assim, você garante água gelada para se refrescar e aliviar o calor. 

Seja como meio de transporte ou atividade física, o ciclismo demanda esforço físico, resultando em perda de líquidos através do suor. Manter-se hidratado é fundamental não só para a sua saúde, mas também para manter um bom desempenho durante o trajeto.

Se o caminho for longo, a dica para não correr o risco de desidratar é escolher alguns pontos de paradas em seu percurso. Dê preferência por lugares seguros, sem muito tráfego e que tenham alguma sombra. Aproveite para fazer uma pausa, descansar um pouco e tomar água. Ao perceber a diminuição do seu ritmo cardíaco, volte a pedalar. 

Conte com um bom cadeado

Se você está disposto(a) a inserir a bicicleta na sua rotina diária, uma das preocupações que deve estar passando pela sua cabeça é como mantê-la segura. Infelizmente, nem todas as empresas possuem bicicletário e estacionamento seguros.

A saída para evitar roubos durante o período de trabalho ou até mesmo em eventuais paradas no caminho é investir em um bom cadeado. Assim, você diminui os riscos e pode trabalhar de bicicleta sem preocupações.

Faça a manutenção da bike regularmente

Mesmo que você tenha todo o cuidado ao utilizar sua bike, alguns desgastes são inevitáveis com o tempo de uso. E é claro que a última coisa que qualquer ciclista deseja é passar por sufocos e imprevistos no caminho para o trabalho, certo?

Por isso, é de suma importância fazer a manutenção a cada dois meses. Desse modo, você irá conservar a bicicleta e os seus componentes por mais tempo, evitando ser pego de surpresa com o surgimento de problemas mecânicos.

Além disso, também é interessante calibrar os pneus semanalmente, seguindo a calibragem indicada na lateral do pneu. Tenha em casa uma bomba de ar de chão para garantir que seus pneus estejam sempre devidamente preparados para ir trabalhar de bicicleta com segurança.

Outra dica valiosa é lubrificar as correias depois de pegar chuva. Prefira óleos secos, pois são específicos para bicicletas urbanas.

Carregue consigo um kit de ferramentas

Ainda pensando em diminuir as chances de que você seja pego de surpresa por qualquer problema com a sua magrela, recomendamos que você carregue sempre consigo um kit básico de ferramentas. 

Bike em uma bancada de manutenção.

Assim como um carro, a magrela também pode apresentar problemas, mas estando prevenido você terá condições de realizar pequenos reparos, mesmo no caso de uma emergência. 

Ter um kit com chaves diversas (como Allen, Philips, fenda, etc.) e uma bomba de ar já é suficiente para se virar na maioria das vezes. Para evitar problemas com os pneus, coloque fitas antifuro e selante.

vv para ir trabalhar de bicicleta

Apesar de toda a autonomia e praticidade que a bicicleta vai te oferecer, podem haver dias em que não seja tão interessante recorrer a ela – como mediante uma previsão de chuva forte, por exemplo. 

Para evitar imprevistos no meio do caminho, é importante ficar sempre de olho na previsão do tempo. Ao pedalar na pista molhada, redobre a atenção. Mantenha-se informado e, por via das dúvidas, invista em uma capa de chuva própria para ciclistas.

Esse item deve ser colocado no alforje e estar sempre junto com a bike, mesmo em dias ensolarados, pois nunca se sabe quando uma pancada de chuva imprevisível pode te pegar de surpresa.

Instale paralamas para ir trabalhar de bicicleta

Ainda pensando nas chuvas que você talvez possa enfrentar no caminho para o trabalho ou na volta para casa, recomendamos que você instale paralamas nos dois pneus da sua bike. Mesmo que você não esteja disposto a sair na chuva, ainda há o risco de passar em trechos molhados, e o respingo pode molhar e até mesmo manchar sua roupa.

Conte com a TemBici!

Gostou das nossas dicas? Seja como meio de transporte até o trabalho ou para o lazer, conte com a Tembici para desbravar novos caminhos sobre duas rodas! Com o aluguel das nossas bikes, você tem a oportunidade perfeita para se locomover por aí com praticidade e autonomia.

Para aproveitar essas vantagens, é só fazer o download do app no Google Play ou na App Store, escolher o plano que mais se adequa à sua rotina, e começar a usar.

Comece a pedalar em São Paulo!

Em São Paulo, a Tembici oferece uma solução eficaz para driblar o trânsito caótico e os longos trajetos nos horários de pico: o aluguel de bike Itaú. Com cerca de 330 estações espalhadas pela metrópole, encontrar uma bicicleta próxima ao seu destino nunca foi tão fácil. Essa alternativa não apenas otimiza seu tempo de deslocamento, mas também contribui para um estilo de vida mais saudável e sustentável, alinhado com as necessidades da vida urbana agitada.

Utilizando o aplicativo, os usuários têm à disposição um mapa detalhado para localizar as estações de bicicletas, facilitando o planejamento de rotas e a retirada das bikes. A experiência de alugar uma bicicleta em São Paulo pelo sistema Itaú se torna prática e interativa, permitindo aos paulistanos e visitantes uma nova forma de explorar a cidade, evitando congestionamentos e contribuindo para a redução da poluição. Essa iniciativa reflete o compromisso da Tembici com a mobilidade urbana inteligente e o bem-estar dos cidadãos.

De bike, São Paulo fica mais perto de você. Experimente uma nova forma de ir e vir com o Bike Itaú.


Posts Similares