três pessoas praticando a atividade de pedalar de bicicleta em um parque

Quantas calorias gasta pedalar de bicicleta?

Os exercícios aeróbicos são excelentes opções para quem deseja queimar calorias. Entre eles, pedalar de bicicleta é um dos que mais facilmente se integra a rotina diária, uma vez que pode até mesmo ser uma solução para se locomover para o trabalho e realizar outras atividades cotidianas. 

Ao pedalar de bicicleta, seu coração consegue bombear até 1,5 litros a mais de sangue por minuto, o que favorece todo seu corpo. Ao ser consumida, essa energia é o que contribui com a perda de peso.

Para muitas pessoas, o deslocamento diário para o trabalho, escola ou universidade pode ser um desafio, com o enfrentamento de engarrafamentos, transporte público lotado e gastos com passagem ou combustível. Com uma bicicleta, você tem a oportunidade de assumir sua própria independência, economizar algum dinheiro e ainda queimar calorias. 

No artigo a seguir, vamos falar sobre a quantidade de calorias que são consumidas ao pedalar de bicicleta, o que influencia na queima de gordura e qual o melhor exercício para emagrecer. Acompanhe! 

Qual o consumo de calorias ao pedalar?

As calorias são, basicamente, como pequenas unidades de energia. De maneira geral, quanto mais calorias um corpo acumula, mais energia terá para gastar. O ideal, no entanto, é que essas calorias não sejam acumuladas, uma vez que elas tendem a se transformar em gordura. 

Como vimos no início deste artigo, os exercícios aeróbicos são considerados os melhores aliados para quem deseja queimar calorias. Isso porque durante a prática de ciclismo, caminhada ou natação, o corpo utiliza gorduras e carboidratos como fontes de energia. À medida que esses substratos são quebrados, ocorre a liberação de energia, contribuindo para a queima de calorias.

Como essas atividades aumentam a frequência cardíaca e respiratória, promovem o transporte eficiente de oxigênio para os músculos em movimento. Quanto mais intenso for o exercício, mais oxigênio será necessário para gerar energia, resultando em maior queima de calorias.

Esse gasto de calorias não depende apenas da prática de exercícios físicos, mas também do próprio organismo e do funcionamento de seu sistema metabólico. Quando não há um equilíbrio entre consumo e gasto de calorias, elas se transformam em gordura, o que pode ter um efeito negativo no organismo e na vida do indivíduo.

Durante um exercício físico, a elevação da frequência cardíaca e da temperatura corporal são algumas das respostas naturais do corpo para fornecer mais oxigênio e nutrientes aos músculos em atividade. Esse processo faz aumentar o metabolismo, o que também contribui para o consumo de energia.

 Com a prática regular de exercícios aeróbicos, há uma tendência de redução da gordura corporal ao longo do tempo, o que contribui para um equilíbrio energético, favorecendo o controle ou perda de peso.

O consumo de calorias consumidas durante um trajeto de bike vai depender de uma série de fatores. Entre eles, a quantidade de tempo que se passa pedalando, a intensidade do exercício e o terreno onde a prática é realizada.

Dependendo de como e onde você pedala, pode queimar entre 100 e 650 quilocalorias (kcal) por hora. Em um passeio de 20 minutos, é possível gastar 370 kcal, o que equivale a uma boa caminhada de 4km.

Quanto mais intenso for seu treino, mais calorias serão queimadas durante a prática. Confira outras estimativas, de acordo com a velocidade, para uma sessão de 60 minutos de ciclismo:

  • Velocidade até 15 km/h ≈ 300 kcal
  • Velocidade até 18 km/h ≈ 420 kcal
  • Velocidade até 22 km/h ≈ 600 kcal
  • Velocidade até 28 km/h ≈ 850 kcal
  • Velocidade superior a 28 km/h ≈ 1000 kcal

Estima-se que o gasto calórico provocado por um exercício físico equivale a quase um quarto do consumo de calorias totais que um adulto ingere por dia. Isso faz com que uma rotina de exercícios seja um excelente método para equilibrar a dieta e o estilo de vida.

Nesse sentido, o ciclismo é um excelente exercício físico, favorecendo os músculos, o funcionamento de todo o organismo, a queima de calorias e o equilíbrio de gasto de energia. Se você gostaria de entender mais a fundo o que interfere na queima de calorias, confira o tópico a seguir.

O que influencia na queima de calorias ao pedalar de bicicleta?

Como já deu para notar, há diversos fatores que influenciam na quantidade de calorias que podem ser queimadas durante um treino de bike ou na realização de qualquer outro exercício físico. Veremos a seguir alguns dos principais.

Intensidade ao pedalar de bicicleta

A intensidade do pedal é um fator-chave na queima de calorias. Quanto mais rápido e vigorosamente você pedalar, maior será a força e cadência da pedalada, e, consequentemente, maior será o dispêndio energético.

O aumento da intensidade eleva a frequência cardíaca, exigindo mais esforço do sistema cardiovascular e aumentando o gasto calórico.

Nível de condicionamento físico

Você está começando a pedalar agora ou já está habituado com a prática? Se o seu caso for o segundo, provavelmente já tem uma massa muscular que foi desenvolvida em função da realização do exercício físico.

mulher andando em sua bike speed em uma ciclovia

Esse fator importa porque indivíduos com maior condicionamento físico tendem a ter uma taxa metabólica basal mais elevada, o que gera uma maior eficiência na queima de calorias. Por outro lado, também é preciso considerar que iniciantes podem queimar mais calorias devido ao esforço adicional necessário para realizar a atividade.

Tipo de rota e terreno

O terreno percorrido e a rota realizada também afetam diretamente a quantidade de calorias queimadas. Seu consumo de energia ao usar a bike para se locomover no asfalto até seu trabalho será diferente ao realizar trilhas em estradas de terra.

Se a prioridade é gastar bastantes calorias, as rotas com subidas são uma boa pedida, devido ao aumento do consumo de energia dos músculos. 

Peso corporal ao pedalar de bicicleta

O peso corporal de uma pessoa influencia diretamente a quantidade de calorias queimadas durante o exercício. Indivíduos mais pesados tendem a queimar mais calorias, pois exigem mais esforço para mover o corpo durante o ciclismo.

Idade e sexo também são aspectos a serem levados em conta. Isso porque as necessidades energéticas e o consumo de energia dos ciclistas diferem para a mesma distância e velocidade, dependendo da proporção de massa muscular e tecido adiposo, níveis hormonais e outras características fisiológicas.

Duração do exercício

O tempo dedicado a cada trajeto de bike também deve ser considerado na quantidade total de calorias queimadas. Afinal, sessões mais longas proporcionam uma oportunidade para o corpo queimar mais energia ao longo do tempo.

Esses são alguns dos principais aspectos a serem ponderados durante a prática de ciclismo, para ter uma noção da variação de energia que poderá ser consumida. Esclarecido isso, confira a seguir qual a melhor opção para quem busca controlar o peso ou emagrecer.

O que é melhor para emagrecer: bicicleta ou caminhada?

Muitas pessoas enfrentam um grande desafio, que é encontrar o equilíbrio perfeito entre as calorias consumidas e a energia queimada no dia a dia.

Muito mais que uma mera preocupação com o peso corporal, essa é uma questão de saúde, já que, conforme vimos, as calorias que não são gastas tendem a se acumular em forma de gordura no nosso corpo e podem até mesmo formar bloqueios nas artérias.

Para gastar as calorias, o ideal é sempre estar realizando atividades físicas. Se você faz parte das pessoas que estão em busca desse equilíbrio, é importante saber que isso depende de três fatores: a regularidade e a intensidade do exercício, e a alimentação. Caso esses aspectos estejam alinhados, pedalar é a opção mais interessante para queimar calorias, até mesmo em comparação à caminhada.

Isso se justifica pelo fato das calorias serem mais e melhores gastas quando as atividades físicas são realizadas em alta intensidade, o que é, justamente, o caso do ciclismo.

Em termos de praticidade, caminhar pode, muitas vezes, ser considerada uma opção melhor, já que depende apenas do corpo e pode ser realizada em praticamente qualquer local. Seja qual for a atividade escolhida, o fato é que a prática de exercícios físicos ajuda a proporcionar mais saúde e qualidade de vida.

Escolha o hábito com o qual você mais se identifica e se sente confortável. E se você não tem uma bike em casa para pedalar, saiba que pode contar com a Tembici para incorporar o ciclismo em sua vida! 

Comece a pedalar com a Tembici

Se você já conhece os incríveis benefícios que a bicicleta traz para o corpo e a mente, é hora de vivenciar essa experiência com a facilidade que só a Tembici oferece. Presente nas principais cidades do Brasil, e até mesmo no exterior, o nosso objetivo é inspirar a mudança que começa em cada um – e o resultado você sente nas ruas.

Quer você esteja buscando melhorar sua saúde, desfrutar de maior praticidade no dia a dia ou economizar tempo e dinheiro, o aluguel de bicicletas da Tembici é a escolha perfeita. Redescubra a cidade sob uma nova perspectiva, participe desse movimento de mobilidade reinventada. Baixe nosso aplicativo hoje e explore as diversas opções de planos disponíveis:

Rio de Janeiro, São Paulo, Recife, Salvador e Porto Alegre


Brasília, Belo Horizonte, Curitiba e Floripa

Posts Similares