Imagem aérea da cidade de São Paulo
|

15 Coisas para fazer quase de graça em SP

Quem mora em São Paulo sabe que o custo de vida na cidade é algo que costuma pesar no bolso. Mas a vibrante metrópole que pulsa energia e diversidade também oferece um leque fascinante de experiências que, muitas vezes, podem ser feitas de graça em SP, ou pelo menos, quase.

Se você está a procura de opções acessíveis de atividades para curtir tudo o que São Paulo tem a oferecer e viver momentos inesquecíveis, então veio ao lugar certo! No artigo a seguir, separamos 15 sugestões de coisas para fazer quase de graça na cidade. Vem conferir quais são! 

15. Caminhe pela Vila Madalena

Se você é do tipo de pessoa para quem um simples passeio descompromissado serve como lazer, tenho uma boa notícia para te dar: o que não faltam em São Paulo são bairros charmosos e agradáveis para conhecer durante uma caminhada. Nesse sentido, a Vila Madalena é, sem dúvidas, um dos principais.

Conhecido por suas ruas arborizadas e pelas galerias de arte, bares e restaurantes, esse é um bairro considerado boêmio e um dos principais pontos turísticos para quem não tem a intenção de gastar muito. Só de caminhar pela região e conhecer os arredores, você certamente se renderá aos encantos da Vila Madalena.

banner da Campanha Planeta Tembici com slogan "Pedalar transforma sua vida e faz bem para o planeta!"

Um dos principais passeios na região é o Beco do Batman, considerado um dos grandes pontos de arte urbana em São Paulo. Trata-se de uma viela localizada na Rua Medeiros de Albuquerque, 82-154, onde o trânsito só é permitido para pedestres, com paredes e muros repletos de grafites.

Atualmente, os desenhos que compõem o local são feitos por diversos artistas, sem seguir um padrão exato. O Beco do Batman conta com uma curadoria e a cada mês ganha novas obras.

Aos sábados, acontece ali por perto a Feira de Antiguidades da Praça Benedito Calixto, onde é possível encontrar diversos artesanatos, vinis, moedas e selos antigos, e até mesmo móveis e artigos domésticos. Mesmo se não houver a intenção de comprar nada, vale a pena conferir – mas já adiantamos que é difícil resistir!

14. Confira o Mirante do Sesc na Paulista

Para quem não perde a chance de apreciar uma bela vista e tirar muitas fotos, uma visita ao Sesc da Paulista pode ser uma boa ideia. O local conta com um mirante, que possui uma plataforma de vidro com uma visão panorâmica da Avenida Paulista e da região central da cidade. 

Essa unidade do Sesc (localizada no número 119 da Avenida Paulista) é um centro de cultura e lazer que pode ser visitado de graça em SP, onde você também tem acesso ao Café Terraço e a uma programação diversificada de oficinas e demais atividades culturais. 

Depois de conferir a vista, que tal aproveitar para dar um passeio na Paulista? Essa é nossa próxima recomendação! 

13. Surpreenda-se com a diversidade da Paulista

Um dos pontos turísticos mais famosos e movimentados de São Paulo, a Avenida Paulista é parada obrigatória para quem gosta de turistar sem gastar muito dinheiro. Deixe para fazer essa visita em um domingo, quando a via fica bloqueada para os carros e totalmente livre para os pedestres e ciclista realizarem atividades de graça em SP.

imagem da placa informartiva da avenida paulista,e alguns edifícios ao fundo. Uma ótima opção de passeio de graça em SP

Estando por ali, você pode aproveitar para tirar belas fotos, passear pela badalada Rua Augusta, conhecer as lojas, bares e restaurantes da região e conferir de perto o Teatro Gazeta, uma das principais casas de espetáculos da cidade.

A Paulista também é repleta de museus, parques e centros culturais em toda a sua extensão. Centro financeiro da maior metrópole do Brasil, a avenida reúne todas as tribos em um só lugar, proporcionando aos turistas a oportunidade de vivenciar o ritmo da cidade e toda a diversidade que ela tem a oferecer.

As opções de passeio são tantas que é possível montar um roteiro completo para passar o dia por lá. Se você gosta de natureza, dê uma passadinha pelo Parque Trianon; se arquitetura é um dos seus pontos de interesse, uma visita na Casa das Rosas é imperdível.

Já para quem gosta de cultura, as opções são ainda mais variadas: tem o Museu de Arte de São Paulo (MASP), o Instituto Moreira Salles (IMS), o Itaú Cultural e o Centro Cultural Fiesp.

Mesmo se você optar por fazer apenas uma caminhada pela região durante o domingo, certamente vai se surpreender com as muitas atrações artísticas que sempre acontecem por toda a avenida.

12. Explore os parques da cidade

Outra boa pedida para fazer passeios de graça em SP é visitar os parques, que estão espalhados por toda a cidade e não cobram nada para o ingresso de seus visitantes. 

Quando o assunto são os parques da capital paulista, o Ibirapuera é, sem dúvidas, o mais famoso e frequentado. Ele fica na Avenida Pedro Álvares Cabral, Vila Mariana, com funcionamento todos os dias, das 5 às 23h.

Além de ser acessível, é uma ótima alternativa para quem gosta de se conectar com a natureza. Conta com uma estrutura surpreendente, com belos lagos, jardins, ciclovias, pistas de corrida, quadras e áreas abertas para shows.

Além disso, o Ibirapuera também abriga o Museu Afro Brasil, um dos melhores da cidade e que oferece entrada de graça em SP. Ele ocupa um edifício moderno, todo estruturado em vidro, e tem um papel importante acerca do papel fundamental que os povos africanos desempenharam na formação da identidade brasileira. 

O foco de suas exposições é contar a história da escravidão no país. São mais de 6 mil obras, incluindo pinturas, esculturas e fotografias. O acesso ao museu se dá pelo portão 10, e ele abre de terça a domingo, das 10h às 17h.

imagem aérea da cidade de São Paulo, uma bandeira do ESTADO a direita e um parque a esqueda da imagem. Parques são excelente opção de diversão de graça em SP.

Pouca gente sabe, mas o Ibirapuera também conta com o Viveiro Manequinho Lopes, espaço onde são produzidas mudas para plantio em áreas públicas da cidade. O local possui coleções vivas de 200 espécies diferentes de plantas.

Para quem busca se conectar com a natureza em um local menos movimentado, o Parque da Aclimação é o lugar ideal. Aproveite as trilhas de caminhada para fazer uma boa caminhada, e aprecie o lago com sua grande variedade de pássaros selvagens durante a temporada de migração.

Você pode encontrar pica-paus, papagaios, suiriris e muitos outro. O Parque da Aclimação abre todos os dias das 6h às 20h, e fica na Rua Muniz de Sousa, 1119, no bairro Aclimação. 

Uma terceira opção é o Parque Villa-Lobos, ideal para quem gosta de passeios em família. Ele fica no Alto de Pinheiros, na avenida Prof. Fonseca Rodrigues, 2001, às margens do Rio Pinheiros. Possui ciclovia, quadra de esportes, playground e bosque. Funciona diariamente, das 5h30 às 19h.

11. Visite o Centro Cultural Banco do Brasil

Se a ideia é fazer um roteiro turístico mais artístico, o Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) é parada obrigatória. O local apresenta exposições de arte contemporânea, moderna e clássica, além de exibir filmes independentes e estrangeiros, peças, shows, performances, palestras e debates sobre diversos assuntos. 

A unidade de São Paulo conta também com um espaço de convivência super agradável, com cafeterias, restaurantes e uma livraria para quem gosta de passar a tarde batendo um papo enquanto toma um bom café.

A entrada da maioria das atividades é de graça em SP – na dúvida, confira o site do CCBB. O local funciona todos os dias, com exceção das terças-feiras, das 9h às 20h. Fica localizado na Rua Álvares Penteado, 112, no Centro Histórico de São Paulo, próximo ao Metrô São Bento.

10. Passeie pelas ruas da Liberdade

Outro passeio que vale muito a pena inclui as ruas do bairro da Liberdade, um dos mais tradicionais da cidade e conhecido por ser o maior reduto da comunidade japonesa local. A decoração com lanternas e letreiros orientais confere um charme todo especial à região, que conta com diversas atividades para serem exploradas.

Imagem do bairro Liberdade so SP, uma excelente opção para o turismo de graça em SP.

Uma das principais opções para os turistas que desejam visitar o bairro é o Templo Busshinji, um dos templos mais antigos do bairro. Ele fica na Rua São Joaquim, 285, e oferece visitas guiadas para os turistas interessados em conhecer a cultura e a religião budista.

A famosa feira da Liberdade é imperdível! Ela é o principal atrativo do lugar, e conta com mais de 200 barracas vendendo artesanato e comidas típicas japonesas. Ela ocorre tradicionalmente aos sábados e domingos, na praça da Liberdade. 

Outra boa ideia de passeio na região é o Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil, para quem gosta de aprender sobre história. Lá, você terá a oportunidade de explorar as exposições e acervos que falam tudo sobre a imigração dos japoneses no país.

O Museu fica na Rua São Joaquim, 381, e funciona de terça-feira a domingo, das 10h às 17h. O valor da entrada inteira custa R$ 18, mas quem vai na quarta-feira pode realizar a visita de graça em SP, a este explendido espaço cheio de cultura e história.

9. Descubra as belezas da Pinacoteca

Um dos museus mais importantes de São Paulo fica localizado no coração da cidade. Estamos falando da Pinacoteca, que oferece uma ampla variedade de atividades e exposições para seus visitantes. Recentemente, ela se expandiu e é composta hoje em dia por vários edifícios, como a Pina Luz, a Pina Estação e a Pina Contemporânea.

Seu acervo tem ênfase na arte brasileira do século 19 e vai até os dias atuais. O local é um dos mais importantes representantes da arte brasileira, incluindo nomes como Tarsila do Amaral, Portinari, Victor Brecheret, Anita Malfatti e Di Cavalcanti. 

Aos sábados e às quintas-feiras após às 17h, a entrada é franca. Crianças, estudantes e professores de escolas públicas podem realizar a vista de graça em SP. Acesse o site oficial da Pinacoteca para conferir a programação e planejar sua visita. 

8. Planeje uma visita ao Museu da Imigração

Outro museu que vale a pena visitar fica localizado no bairro da Mooca. Estamos falando do Museu da Imigração do Estado de São Paulo, que coloca em exposição as memórias e experiências dos imigrantes que vieram morar em terras paulistas.

O edifício onde hoje fica o museu era, antes, uma hospedaria que recebia imigrantes. O local mostra os dormitórios coletivos e os beliches onde os imigrantes dormiam, e conta com exposições interativas impressionantes, breves documentários e diversos artefatos históricos.

O museu fica na  Rua Visconde de Parnaíba, 1316, e funciona de terça-feira a sábado, das 9h às 18h, e domingo, das 10h às 18h. Planeje a sua visita para o sábado, dia de entrada de graça em SP. 

7. Veja a cidade do alto do Edifício Itália

Localizado na Avenida Ipiranga, fica o Edifício Itália, o segundo maior prédio de São Paulo e um dos maiores do Brasil, com 46 andares e 165 metros de altura a partir do nível da rua. Seu nome oficial é Circolo Italiano, e foi inaugurado em 1965, considerado até hoje um dos maiores exemplos da arquitetura verticalizada brasileira. 

Um dos principais destaques do edifício é o restaurante que fica localizado no topo, conhecido como Terraço Itália – além de ser um dos mais famosos e renomados de São Paulo, permite uma vista em 360 graus da cidade. Isso faz do local um dos principais pontos turísticos da capital paulista.

Ao fazer uma reserva para almoçar ou jantar no restaurante, você terá acesso à vista de forma gratuita. Aproveite a oportunidade para desfrutar de uma experiência gastronômica única e apreciar essa vista inesquecível. O Edifício Itália fica localizado no número 344 da Avenida Ipiranga.

6. Faça uma visita guiada ao Theatro Municipal

Já imaginou visitar um dos mais belos edifícios de São Paulo, sem precisar pagar nada por isso? Estamos nos referindo ao Theatro Municipal de São Paulo, onde a visita é de graça em SP.

As visitas guiadas são uma oportunidade única para conhecer o que há por trás do palco dos espetáculos apresentados no local. Você terá a chance de conhecer os espaços por dentro e descobrir detalhes e curiosidades da história e da arquitetura de uma das construções mais simbólicas de São Paulo.

O Theatro Municipal fica na Praça Ramos de Azevedo, no bairro da República. As visitas são realizadas de terça a sábado, a partir das 11h, mas é preciso reservar os ingressos antecipadamente através da plataforma oficial.

5. Conheça o Museu de Zoologia da USP

Para quem gosta de um passeio diferente, recomendamos uma visita ao Museu de Zoologia da USP (MZUSP). Esse é um prato cheio para quem procura uma atividade legal e de graça em SP, para entreter as crianças. 

O local tem um dos maiores acervos zoológicos da América Latina, e cumpre um papel fundamental no desenvolvimento de conhecimentos acerca da biodiversidade brasileira e global. Lá se encontra uma das maiores coleções do mundo sobre a fauna brasileira.

O MZUSP teve seu início na década de 1890, quando diversas coleções formaram o Museu Paulista. Localizado atualmente em um casarão da década de 1940, oferece exposições de longa duração, temporárias e itinerantes. O espaço abriga também uma biblioteca com mais de 70 mil itens de acervo, entre teses, periódicos e mapas.

Imagem do esqueleto de um dinossauro, em um museu.

O museu fica localizado na Avenida Nazaré, 481, no bairro do Ipiranga, e recebe visitas de terça a domingo, das 10h às 17h. Programe a sua através do site.

4. Explore a Biblioteca de São Paulo

Está localizada no Parque da Juventude (no mesmo terreno onde antes era a Casa de Detenção de São Paulo, conhecida como Carandiru) a Biblioteca de São Paulo (BSP), outro lugar que você pode visitar na cidade sem precisar pagar nada.

A Biblioteca foi inaugurada em 2010, e conta com um acervo de qualidade impressionante. Sem falar nas atividades culturais, que também atraem muitos visitantes. Esse contexto foi capaz de ressignificar o espaço, transformando-o em um importante centro cultural e um local de muitas descobertas. 

Com a oferta de conteúdo em formatos variados, para todos os gostos e idades, a Biblioteca de São Paulo tem entrada gratuita e programação bastante diversificada. E o melhor é que, ao sair de lá, você também pode aproveitar para fazer uma volta pelo Parque da Juventude, considerado um dos melhores parques da cidade para dar um passeio de bicicleta.

O parque e a biblioteca ficam na Avenida Cruzeiro do Sul, 2630, no bairro Santana. A BSP funciona de terça a domingo e também nos feriados, das 9h30 às 18h30. Confira a agenda cultural

3. Passeio pela Ciclovia do Rio Pinheiros

A ciclovia do Rio Pinheiros percorre o curso do Rio Pinheiros, atravessando diversas regiões da cidade de São Paulo. Ela tem início no extremo sul, próximo à região de Interlagos, e se estende até a região oeste, próximo ao bairro de Jaguaré, sendo assim, uma opção de um bom passeio sem ter que gastar nada.

Desde o dia 17 de agosto de 2021, a Ciclovia Novo Rio Pinheiros estendeu seu horário de funcionamento até a meia-noite no trecho iluminado entre a região da Ponte Estaiada e da Ponte do Jaguaré. O acesso é permitido das 5h30 às 23 horas.

Trata-se de um passeio prazeroso e que passa próximo a diversos pontos importantes de SP e oferece ainda: infraestrutura segura, sinalização adequada, acessibilidade, beleza natural, pistas separadas e muito mais.

Portanto, a ciclovia do Rio Pinheiros é uma valiosa infraestrutura urbana que proporciona uma forma sustentável e acessível de lazer para os habitantes e visitantes de São Paulo.

2. Descubra as riquezas da Cinemateca Brasileira

O maior acervo de filmes da América do Sul pertence à Cinemateca Brasileira, que é membro pioneiro da Federação Internacional de Arquivo de Filmes (FIAF). Esse é um passeio e tanto para quem é apaixonado pelo audiovisual.

 A Cinemateca trabalha com o intuito de estimular o estudo, defesa, preservação, divulgação e desenvolvimento da cultura cinematográfica. A instituição é responsável pela promoção audiovisual do nosso país, e conta com programação totalmente gratuita para seus visitantes.

Ela fica localizada no Largo Sen. Raul Cardoso, 207, na Vila Clementino. Seus espaços públicos e jardins estão abertos todos os dias da semana, das 8h às 18h, enquanto que as salas de cinema funcionam de acordo com a programação, que está disponível no site.

A retirada de ingressos é feita diretamente na bilheteria, uma hora antes da sessão. No caso de eventos especiais, os ingressos poderão ser cobrados.

1. Aproveite um domingo no Minhocão

Para finalizar nossa lista de sugestões de atividades gratuitas em São Paulo, não poderia faltar o famoso passeio dominical no Minhocão. A estrutura foi construída em 1970 pelo prefeito Paulo Maluf e conecta a Zona Oeste ao centro da cidade. 

Várias garotas posando para foto com bikes da tembici. Passear de bike pode ser uma excelente opção de coisas quase de graça em SP

Inicialmente chamado de Elevado Costa e Silva, o popular Minhocão teve seu nome alterado em 2016 para Elevado Presidente João Goulart, em uma medida da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania para homenagear pessoas vinculadas à luta contra a ditadura militar. O programa que propôs essa e outras mudanças recebeu o nome de “Ruas de Memória”.

Desde 2010, o lugar vem se transformando em uma imensa galeria de arte a céu aberto, com seus grafites e painéis enormes, que atraem moradores e turistas de toda a parte. Por essas razões, o Minhocão tem sido considerado um dos espaços mais democráticos da cidade de São Paulo.

Com seus 3,4 quilômetros de extensão, o Minhocão começa no bairro de Perdizes e passa por cima da Rua Amaral Gurgel e da Avenida São João. A passagem de carros fica bloqueada todas as noites (das 21h30 às 06h30) e aos domingos, quando o local se transforma em uma extensa área para lazer de graça em SP.

Pessoas de todas as idades gostam de explorar a área para fazer uma caminhada, correr, passear com seus pets, e andar de bicicleta, patins ou skate.

O acesso ao Minhocão pode ser feito pela Praça Roosevelt, pelo Largo do Arouche, pelo Largo da Santa Cecília, pela Praça Marechal Deodoro ou pela Barra Funda.

Torne seu passeio ainda mais divertido! 

À procura de uma maneira fácil de fazer todos esses passeios? Que tal alugar uma bike compartilhada? Conte sempre com a Tembici para desbravar a selva de pedra! 

Com o aluguel das nossas bikes, você tem a oportunidade de fazer seus passeios com praticidade, autonomia e diversão. E, de quebra, ainda pratica um bom exercício físico. 

Para aproveitar todas essas vantagens, é só fazer o download do app no Google Play ou na App Store, escolher o plano que mais combine com você, e começar a usar.

Comece a pedalar em São Paulo!

Em São Paulo, a Tembici oferece uma solução eficaz para driblar o trânsito caótico e os longos trajetos nos horários de pico: o aluguel de bike Itaú. Com cerca de 330 estações espalhadas pela metrópole, encontrar uma bicicleta próxima ao seu destino nunca foi tão fácil. Essa alternativa não apenas otimiza seu tempo de deslocamento, mas também contribui para um estilo de vida mais saudável e sustentável, alinhado com as necessidades da vida urbana agitada.

Utilizando o aplicativo, os usuários têm à disposição um mapa detalhado para localizar as estações de bicicletas, facilitando o planejamento de rotas e a retirada das bikes. A experiência de alugar uma bicicleta em São Paulo pelo sistema Itaú se torna prática e interativa, permitindo aos paulistanos e visitantes uma nova forma de explorar a cidade, evitando congestionamentos e contribuindo para a redução da poluição. Essa iniciativa reflete o compromisso da Tembici com a mobilidade urbana inteligente e o bem-estar dos cidadãos.

De bike, São Paulo fica mais perto de você. Experimente uma nova forma de ir e vir com o Bike Itaú.


Posts Similares